Quatro fundamentos para se livrar do medo

Medo de perder o emprego ou passar privações, medo de ficar sozinho, de adoecer, de morrer…. Quantos medos o rondam?

A mensagem do medo o paralisa pela sensação de fatalidade ou predestinação. Então, a primeira coisa que você precisa perceber é que essa mensagem é apenas uma imaginação, uma criação da sua própria mente. Conscientemente, você precisa entender que a forma como você lida com esse sentimento influencia diretamente os acontecimentos. Ao deixar o medo penetrar o campo da emoção, você impressiona o seu inconsciente e passa a colocar em prática a lei da atração. E o mais agravante é que através dos seus pensamentos negativos você invoca exatamente o que mais teme.

Colabore com as leis do universo para favorecer os seus verdadeiros desejos e expectativas.  Pare de esperar o pior.  Livre-se do medo, assimilando quatro preceitos que vão lhe proporcionar confiança e paz.

1) Não transforme o medo em preocupação. Você faz isso quando alimenta pensamentos ruins, impactando a si mesmo com emoções fortes. Ao dar asas às suas inquietações, você imagina desfechos negativos para as circunstâncias que lhe angustiam. Pensando no pior, você se conecta com uma energia inferior que lhe desestabiliza emocionalmente. Supere as suas preocupações, pensando que nada acontece por acaso. Todas as experiências são úteis, ainda que seja para lhe tornar mais forte. E acredite que tudo o que acontece é justo e necessário para a sua jornada de evolução.

2) Use a sua mente racional, a sua inteligência, para planejar e agir na direção dos seus objetivos. Crie soluções para cada ameaça e imagine um final feliz. Acredite que há dentro de você, uma força sobrenatural que te dá capacidade para enfrentar qualquer problema, e sabedoria para superar e resolver.  Saia da inercia, movimente-se, tome uma iniciativa. Troque ideias com alguém que agregue, que lhe inspire, e ponha em prática o que, pela sua razão, lhe parecer mais justo e conveniente. Confie em você, respaldado na certeza de que você nunca está só.

3) Não deixe que esse sentimento se alastre. Esteja no controle dos seus pensamentos. Seja prático e positivo ao raciocinar, transformando rapidamente a ideia de complexidade em simplicidade. Não dê à situação, um peso além do que ela de fato contém. Não sofra pelo que não aconteceu, o que não passa de uma imaginação. Ao contrário, decida pensar que tudo vai dar certo, seja qual for o curso dos acontecimentos. Viva sem temor, de acordo com as suas convicções da verdade.

4) Almeje, tenha como meta, o despertar da sua força interior. Quando o medo chegar, afirme para si mesmo: “eu transfiro essa preocupação para Deus e fico em paz”. Lembre-se o tempo todo que a sua condição de vida é, e sempre será, o resultado dos seus pensamentos. Tudo o que você precisa para alcançar o que você aspira é acreditar com firmeza e sentimento profundo. O desejo de ideais retos e justos é a raiz de toda realização. E você não precisa lutar pelo que é seu, por natureza.  Sinta-se como se já tivesse recebido. Tenha paciência e espere o melhor, acreditando que tudo o que lhe ocorre é uma manifestação perfeita de Deus.

Foto: https://br.pinterest.com/pin/722616702681608479/

Gostou deste insight? Deixe seu comentário abaixo: